sábado, 31 de janeiro de 2009

AS TENTAÇÕES DE PADRE SÉRGIO POR TOLSTÓI


QUEM?
Leão Tolstói (1828-1910), ou, simplesmente, Лев Николаевич Толстой - eminente escritor russo.

CITAÇÃO
"Páchenka, por favor, receba as palavras que lhe direi agora como uma confissão, como palavras ditas a Deus na hora da morte. Páchenka, não sou um homem santo, não sou nem mesmo um homem simples e comum: sou um pecador torpe, abjeto, um pervertido, um pecador orgulhoso, e se não sou o que há de pior na raça humana, estou entre os piores." (pag95)

COMENTÁRIO
Leão Tolstói era um gênio. Um mago da literatura universal de todos os tempos. Sua prosa clássica natural da Mãe Rússia cruza o globo de ponta à ponta e já foi traduzida em quase todas as linguas e idiomas do planeta. O obstinado personagem Padre Sérgio, desta citação, retrata um homem religioso em crise existencial, sob o jugo da tentação que pode provocar a presença de uma bela mulher. Tema quente e picante, trazido à luz para a imortalidade pela pena do Mestre Leão, que era, além de fazendeiro, escritor e humanista, homem dado à filosofia e à reflexão - numa crítica forte contra a fé católica ortodoxa - para o puro deleite do leitor. Categoria Escriba: cinco peninhas de ouro para Tolstói.

LIVRO: Padre Sérgio // Autor: Leão Tolstói // Editora: Cosacnaify // São Paulo // 2006

Um comentário:

Rodrigo disse...

Aê Sr. Dr. Exmo. Alexandre!
— f2veiadeguerra.blogspot.com —